fbpx

Qual o tamanho ideal de cortina para cada tipo de ambiente?

A cortina é um dos itens de decoração mais importantes de uma casa, visto que não só serve para enfeitar os ambientes como também possui efeitos práticos na iluminação do cômodo, influenciando no conforto dos moradores e visitantes.

Para definir o tamanho ideal de cortina, é preciso levar em conta a função do ambiente, o tecido e o modelo escolhido. Essa peça tão importante, quando bem escolhida, pode deixar a sua casa ainda mais bonita, aconchegante e refinada. No post de hoje, você vai aprender como fazer esse cálculo. Confira!

​Cortinas longas

As cortinas longas de tecido são as mais indicadas para as salas de convivência (jantar e estar) e para o quarto do casal. Geralmente com acabamentos de maior qualidade, elas são peças de grande elegância e dão aquele toque especial de requinte ao ambiente.

O suporte deve ser disposto bem próximo ao teto e o tecido deve cair até o chão. Esse posicionamento passa um efeito de amplitude, deixando a sensação de que o cômodo possui mais espaço.

Algumas pessoas preferem ainda que a cortina chegue a arrastar no chão, o que pode ser interessante e certamente mais refinado, mas exige maior manutenção e limpeza. Quem busca esse efeito deve deixar de 2 cm a 5 cm sobrando na altura da cortina em relação a distância do suporte ao piso.

Hoje em dia, muitos profissionais de decoração optam por um meio-termo, onde a cortina apenas toca o piso.

Cortinas curtas

As cortinas curtas são as mais recomendadas para ambientes como escritório, cozinha e quarto das crianças, ou quando há algum móvel encostado na parede da janela. Nesses casos, o mais comum é a opção pelas cortinas que abrem para cima, como as persianas e as do tipo romana.

O tamanho ideal de cortinas assim é apenas o suficiente para evitar o vazamento de luz pelas extremidades. Sendo assim, tome como base as dimensões da sua janela e calcule 35 cm a mais para a altura e 30 cm para a largura. A persiana deve ser instalada 15 cm acima do vão (com um prolongamento de 20 cm). Os 30 cm adicionais da largura devem ser divididos: 15 cm devem sobrar em cada extremidade.

Casos especiais

Parede com várias janelas

No caso de paredes com várias janelas, é possível utilizar uma única grande cortina ou é preciso que cada vão tenha a sua? Nesse caso, a resposta depende do distanciamento entre as janelas.

Se for muito grande, a escolha deve ser por peças separadas. No entanto, se os vãos forem bem próximos uns aos outros, o ideal é optar por um modelo mais largo de cortina.

Portas balcão e janelas duplas (que abrem para dentro)

Portas assim demandam que, quando abertas, exista um espaço para o acomodamento do tecido. Assim, o recomendável é que o suporte tenha um comprimento extra de 50 cm.

No caso dos ambientes mais compactos, o ideal é optar por cortinas verticais, que abram para cima.

Cálculo da quantidade de tecido

Se você for optar por encomendar uma cortina customizada com um tecido próprio, é importante não errar na hora de calcular o material. Após definido o tamanho da sua cortina, adicione 50 cm na altura para a base e as barras.

Para os modelos mais encorpados, com pregas, você deve calcular três vezes a largura definida. No caso das cortinas mais leves, essa conta deve ser de apenas duas vezes.

As cortinas são peças muito importantes para qualquer casa. Bonitas e funcionais, elas podem deixar os ambientes mais elegantes e estilosos. No entanto, como pôde ver, o tamanho ideal de cortina é definido por muitas variáveis e a ajuda de um bom profissional pode fazer a diferença. Quer saber mais? Entre em contato com a gente!

Deixe seu comentário

Solicite seu orçamento

Ou entre em contato pelo Whatsapp 97048-0029

Solicite seu orçamento

Ou entre em contato pelo Whatsapp 97048-0029